Ação e Desenvolvimento Social | 24 de abril de 2017

Ronda Maria da Penha será implantada em Senhor do Bonfim

Em reunião realizada nesta quinta-feira (20), na sede do Centro de Referencia da Mulher Mãe Sulinha – CRM foi firmada a parceria entre a Prefeitura de Senhor do Bonfim por meio da Secretaria de Ação e Desenvolvimento Social, Ministério Publico e Polícias Civil e Militar que teve como objetivo a implantação da Ronda Maria da Penha – RMP no município. A partir do mês de maio as mulheres bonfinenses vítimas de violência doméstica passam a contar com auxílio policial em tempo integral.

A Sargento Elizabete Meire da Silva falou sobre o intuito da reunião e sobre a implantação da RPM em Senhor do Bonfim. “Hoje nos tivemos essa reunião com os órgãos que vão participar da Rede de Atendimento à Mulher vítima de violência doméstica. Essa parceria firmada com a Prefeitura, Ministério Publico e policias civil e militar terá muito trabalho pela frente, mas para executar um trabalho todos devem estar conectados. A Ronda Maria da Penha (RMP) foi implantada na Bahia no ano de 2015 e desde então vem sendo implantada em varias cidades do interior. E agora vamos implantar esse serviço aqui em senhor do Bonfim”, pontuou.

A Ronda Maria da Penha (RMP) prevê cooperação mútua entre os órgãos envolvidos para promover: a capacitação de policiais militares que executarão a ronda, além da qualificação dos serviços de atendimento, apoio e orientação nas ocorrências policiais envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica, para prevenir e reprimir atos de violações de dignidade do gênero feminino no enfrentamento à violência doméstica e familiar; garantir o cumprimento das Medidas Protetivas de Urgência; a dissuasão e repressão ao descumprimento de ordem judicial; o encaminhamento das vítimas à Rede de Atendimento à Mulher vítima de violência doméstica no âmbito municipal para o acolhimento e acompanhamento psicossocial.

Segundo o vice-prefeito, Zé Antônio a implantação da Ronda Maria da Penha em Senhor do Bonfim será um marco na segurança publica em especial para as mulheres do município. Pois somente assim as mulheres poderão ter a garantia aos seus direitos individuais.

A medida protetiva de urgência é prevista na Lei Maria da Pena (Lei 11.340/06). A Ronda foi criada através do Termo de Cooperação assinado em 08 de março de 2015 – Dia Internacional da Mulher -, em Salvador, pelas Secretarias estaduais de Política para as Mulheres e de Segurança Pública, junto à Defensoria Pública, o Ministério Público e o Tribunal de Justiça.

A Secretária de Ação e Desenvolvimento Social Vera Magalhães deixou uma mensagem para as mulheres de Senhor do Bonfim. “A Ronda Maria Da Penha vem pra dizer para a mulher que ela não está sozinha. Vem para dizer às mulheres que estão com medo e acuadas que elas não estão sozinhas. O governo municipal através da nossa secretaria e do CRM estamos aqui para acolher todas que se sintam vulneráveis, ofertando acolhimento e tratamento psicossocial. Contem com nosso apoio!” Enfatizou.

O ato contou com a presença do Vereador Hermógenes Almeida, representante do Ministério publico, Promotora de Justiça Lara Leone e representantes das policias civil e militar.

VEJA TAMBÉM

Secretaria de Assistência Social promove Caminhada “Faça Bonito”

Cerca de 500 pessoas participaram da caminhada organizada pela prefeitura por meio SADS.

leia mais...

Novas regras de parceria: Poder público X Entidades não governamentais

A nova Lei de Fomento e de Colaboração (13.019/ 2014), foi tema de debate no auditório da Univasf.

leia mais...

Caminhada pela Conscientização do Autismo aconteceu em Bonfim

Para promover a inclusão, as pessoas precisam conhecer mais sobre o autismo.

leia mais...

Semana Nacional de Mobilização contra o Aedes Aegypti

A ação começou na segunda 21, e terminou com o dia “D”, nesta sexta-feira, 24 de março.

leia mais...

Campanha de combate a violência é realizada durante o carnaval

Combate à violência contra a mulher, criança e adolescente durante o carnaval.

leia mais...

Convênio vai beneficiar moradores dos conjuntos habitacionais.

Objetivo é promover a cidadania e oportunizar capacitação e renda às famílias que moram nos conjuntos habitaci...

leia mais...