Assistência Social | 4 de agosto de 2017

Encontro discute ações para o combate ao trabalho infantil

A Prefeitura de Senhor do Bonfim, por meio da Secretaria Municipal de Ação e Desenvolvimento Social – SADS, realizou encontro para discutir assuntos referente Ações Estratégicas para a Erradicação do Trabalho Infantil AEPETI. O encontro foi realizado na quinta-feira, dia 3 de agosto, no Campus da Universidade do Vale do São Francisco – Univasf.

A reunião contou com a presença do prefeito Carlos Brasileiro, do vice-prefeito Zé Antônio, além de diversos atores da rede de proteção à criança e adolescente no município. O objetivo principal do encontro foi a formação de uma comissão permanente de ações estratégicas de apoio ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

O evento iniciou com um minuto de silêncio em homenagem ao professor Marcos Fábio Oliveira Matos, da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) , Campus de Senhor do Bonfim, morto num trágico acidente automobilístico, na última quarta-feira(02).

A secretaria de Ação e Desenvolvimento Social, Vera Magalhães, que também é presidente do Conselhos Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), abriu o evento. “ Devemos tomar consciência que esse problema não é só da nossa secretaria, nós todos somos responsáveis pela a busca de soluções para irradicação trabalho infantil. Estamos aqui para poder defender as crianças de Senhor do Bonfim”, Alertou Vera.

Em sua fala, o prefeito Carlos Brasileiro reforçou a necessidade da iteração de esforços e articulação de ações conjuntas no enfrentamento contra o trabalho infantil.“A erradicação do trabalho infantil tem quer ir muito mais profundo, não pode ser somente uma ação da secretaria de Ação Social, nem do governo municipal, do governo estadual e federal, tem que ser uma ação de todos, para que a gente possa garantir o futuro de nossas crianças”,enfatizou.

Segundo informações da organização do encontro, os fretistas (carregadores em feira livre), se apresenta como um dos principais problemas quando o assunto é trabalho infantil no município de Senhor do Bonfim.

“O trabalho infantil é uma violação dos direitos de crianças e adolescentes. Tal atividade marginaliza as crianças e adolescentes e acaba com toda possibilidade de desenvolvimento físico, psíquico e laboral”, explica Tânia Mangabeira, coordenadora de ações estratégias do PETI .

A comissão de ações estratégicas que vai apoiar o combate a erradicação ao trabalho infantil ficou formada da seguinte forma.

CREAS – Sarah Ferreira Maia Braga;

SCFV – Lucijane Almeida;

Secretaria de Educação – Sarah Daniela da N. Feitosa;

Secretaria da Saúde – Lidiane Monteiro de Oliveira;

CMDCA -Vera Lucia M. Magalhães;

Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura Familiar – Valdênia da Glória H. Azevedo;

PBF- João Paulo Leite Bittencurt;

Sine/Bahia – Whelia Dantas;

Sindicato dos Trabalhadores Rurais – a definir;

Sociedade Civil Organizada – Leonardo Lopes dos Santos;

Conselho Tutelar- Joelya Oliveira da Cruz Barros;

SEBRAE – a definir;

Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Esporte – Diogo Rios;

AEPETI – Wellitania Mangabeira;

CDL – a definir ;

Secretaria de Tributos – a definir.

VEJA TAMBÉM

Dia das Crianças é realizado com sucesso pela Assistência Social

Os pais também aproveitaram para curtir ao lado dos filhos que ficaram encantados com a festa.

leia mais...

Posse do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher

O CMDM é composto por 20 membros, sendo 10 titulares e 10 suplentes.

leia mais...

Prefeitura entrega leite arrecadado durante passeio no Trem do Forró

Foram arrecadados 4.646 pacotes de leite e 14 entidades beneficiadas.

leia mais...

Capacitação do Programa Criança Feliz em Senhor do Bonfim

A Capacitação promovida Estado tem por objetivo formar supervisores e visitadores municipais.

leia mais...

CRAS Alto da Maravilha muda de endereço para melhor atender a população

O CRAS Alto da Maravilha funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14 às 18h.

leia mais...

Caminhada encerra a programação da campanha “Faça Bonito”

Não podermos ficar calados com relação ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes.

leia mais...