Desenvolvimento da Agricultura Familiar | 23 de fevereiro de 2017

SDR discute em Bonfim estratégias pra manter forte a agricultura familiar

A Bahia tem o maior número de famílias vivendo da agricultura familiar no Brasil, atividade responsável pela produção de 77% dos alimentos saudáveis que chegam à mesa dos baianos. O Censo Agropecuário aponta que o estado concentra a maior população rural do país, com 3,9 milhões de habitantes. Diante desses dados, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), tem visitado os 27 territórios de identidade, para apresentar aos gestores municipais uma cardápio de propostas estratégicas para fomentar e fortalecer ainda mais o desenvolvimento rural.

Nesse contexto, o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Wilson Dias, e a equipe técnica da SDR, estiveram nesta quarta-feira (22), reunidos com gestores municipais, no auditório da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), em Senhor do Bonfim, Território Piemonte Norte do Itapicuru, dialogando sobre iniciativas e estratégias, que ajudam na consolidação e continuidade do desenvolvimento produtivo da agricultura familiar.

“Nosso desejo é estreitar a parceria com os municípios, para isso estamos disponibilizando nossos programas, projetos e ações, para que haja uma dinamização na produção da agricultura familiar territorial, pois quando o agricultor é bem assistido cresce a produção e consequentemente a geração de renda, impactando a economia local e contribuindo para mais qualidade de vida do homem no campo”, destacou Dias.

O prefeito de Senhor do Bonfim e presidente do Consórcio do Piemonte Norte Itapicuru, Carlos Brasileiro, afirma que o evento da SDR “É uma ação extraordinária e importante, pois o governo precisa está onde o povo estiver, temos que descentralizar as informações para que o conhecimento chegue com mais velocidade a quem precisa, assim as ações na ponta serão mais efetivas e os resultados serão muito mais promissores”, afirma.

Apresentações
O Diretor de Inovação e Sustentabilidade da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Wellington Hassegawa, apresentou ao público presente um cardápio de propostas da SDR, mostrando aos gestores municipais as possibilidades de parcerias junto ao governo.

Aprimoramento do funcionamento do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) e Serviço Municipal de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF), Ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), Mecanização Rural, Garantia Safra, Crédito Fundiário, Plano Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (PMDRS), Bahia Produtiva, dentre outros assuntos foram expostos no evento intitulado, pela SDR, Parceria com os Municípios para o Desenvolvimento Rural.

Pró Semiárido
Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável na Região Semiárida da Bahia (Pró-Semiárido) é resultado de um acordo de empréstimo entre o governo da Bahia e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA), no valor de R$ 330 milhões, para investimentos em 32 municípios, abrangendo 5 territórios, mas, segundo o coordenador do projeto, Cesar Maynart, “o único território em que todos municípios fazem parte do projeto, é no Território Piemonte Norte do Itapicuru”.

O prefeito de Ponto Novo, Thiago Venâncio, disse que atividade mostra caminhos para convivência do semiárido e lembrou que Governo do Estado tem investido no desenvolvimento rural do município que ele faz a gestão. “Em dezembro do ano passado, nós fomos contemplados com a ordem de serviço no valor de 14 milhões, recurso dos projetos Bahia Produtiva e Pró-Semiárido. Essa parceria vai dar mais sustentabilidade e garantia de água em nossa região”.

Secretarias
“Lá em Campo Formoso, temos aproximadamente de 70 mil habitantes e destes quase 50 mil são agricultores familiares. Vejo com muita esperança essa atividade para o desenvolvimento agrícola para fomentar e dar desenvolvimento ao campo”, informa o secretário de Desenvolvimento Agrário, no município de Campo Formoso, Carlos Maranhão

Já a secretária do Desenvolvimento da Agricultura Familiar em Senhor do Bonfim, Damiana Duarte, acredita que essa aproximação entre estado e municípios é de grande valia. “É uma ação importante e assertiva que traz para o território um apoio aos Setafs e aos Semafs. Estruturando essa parceria, vamos sim ter um impacto positivo no desenvolvimento rural sustentável nos municípios”, destaca Duarte.

Participações
Na plateia, representações do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (FETRAF), Comissão Estadual Trabalhadores Campesinos (CETA), Associação Quilombo da Jiboia, Conselho Estadual de Desenvolvimento Territorial (CEDETER), Central de Fundo e Fecho de Pasto, Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Universidade Estadual da Bahia (UNEB), Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa), Assentamento Borda da Mata, Nova Canaã, sindicatos, cooperativas, movimentos ou entidades representativas da agricultura familiar, entre outras organizações.

Equipe
O time de técnicos da SDR que estiveram presentes na atividade foi composto pelo diretor operacional e coordenador de formação da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Marcos Vinicius dos Santos, o gerente regional do Pró-Semiárido, Ademilson da Rocha, mais conhecido como “Tiziu”; a coordenadora Executiva de Pesquisa, Inovação e Extensão Tecnológica (CEPEX), Helca Silva, Telma Magalhães, chefe de escritório do Pró-Semiárido, Paulo Martins, coordenador do Bahia Produtiva, ambos no Setaf do Senhor do Bonfim, entre outros.

VEJA TAMBÉM

Membros do Conselho Municipal de Desenv. Sustentável tomam posse

CMDS é um órgão independente de reflexão e consulta que representa as forças vivas do conselho.

leia mais...

Prefeitura finaliza limpeza e recuperação da aguada de Lagoa Grande

A Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento da Agricultura ...

leia mais...

Pagamento autorizado – Garantia-Safra 2015/2016

O beneficio é pago em cinco parcelas de R$170,00 cada, totalizando R$850,00 por agricultor.

leia mais...

VI Feira Regional do Umbu foi realizada com sucesso

Aconteceu nesta sexta-feira (24), na Praça Dr. José Gonçalves a VI Feira Regional do Umbu.

leia mais...

Vem aí a VI Feira Regional do Umbu do território do Piemont Norte do Itapicuru

Promovendo o desenvolvimento sustentável

leia mais...